Há quatro meses que deixou o Executivo mogiano, o empresário e ex-prefeito Marcus Melo, conta se vai ser candidato a deputado pelo PSDB

Qual será o futuro político de Marcus Melo? Hoje o empresário e ex-prefeito de Mogi das Cruzes fez uma participação especial no Radar Noticioso e contou se vai ser candidato a deputado na próxima eleição de 2022. Ele fez uma análise dos quatro meses de mandato do prefeito Caio Cunha (PODE).

“Não faz sentido criticar a gestão dele nesse momento de início de mandato”, comentou afirmando que está tranquilo em relação ao trabalho que realizou como prefeito de Mogi. Sobre seus planos na vida pública, ele alega que estuda a possibilidade de se candidatar a deputado, estadual ou federal, mas que aguarda até o início do ano que vem para decidir junto ao partido.

O ex-prefeito, questionado por ouvintes e internautas sobre a escolha de um novo secretário da Educação de fora do munícipio, relembra que a sua gestão alcançou o maior Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) da história de Mogi, e que conseguiu levar informática para todas as escolas. “Nossa gestão dentro da Educação avançou muito. Nós todos esperamos que isso tenha continuidade, pelo bem da população”, defendeu.

Inclusive, Marcus Melo esclareceu o caso de “traição partidária”, uma das polêmicas durante a eleição de 2020 quando vários candidatos a vereadores da sua coligação fizeram campanha contra ele. Na época comentou que abriria um pesqueiro por causa dos traíras.

Segundo Marcus Melo, tudo isso é passado, esse ano ele vai cuidar da sua vida pessoal e profissional para em 2022 voltar para a Política. “Eu sempre fui gestor. Não sou de ficar dando tapinha nas costas, como muitos políticos”, afirmou reforçando ter diálogo claro e direto com as pessoas que sempre o recebem com muito carinho. Acompanhe