O consultor em Gestão Pública analisa a escolha do novo secretário de Educação da Prefeitura de Mogi e comenta sobre as cidades da região que estão no ranking do PMVA

Seis cidades do Alto Tietê avançaram no ranking do Programa Município Verde Azul (PMVA) que avalia políticas públicas de desenvolvimento sustentável no Estado de São Paulo. A mudança ocorreu depois que as notas divulgadas no ano passado passaram por revisão a pedido das Prefeituras. Com a medida, Guararema passou da 21ª para a 10ª colocação, a melhor posição do município desde o início da participação. A colocação também garante à cidade o melhor lugar na Região Metropolitana de São Paulo e no Vale do Paraíba.

No novo ranking, Arujá, Guararema, Itaquaquecetuba, Salesópolis, Santa Isabel e Suzano avançaram, enquanto Mogi das Cruzes retrocedeu. No entanto, apenas Guararema e Mogi são certificadas com o selo Verde Azul, pois são as únicas cidades que alcançaram nota acima de 80, em uma escala em que 100 é o melhor resultado. Esse e outros destaques da semana você acompanha no Radar Noticioso com a participação do consultor em Gestão Pública e colaborador da Rádio Metropolitana, Romildo Campello. O consultor inclusive faz o seu balanço sobre a Saúde e a Educação de Mogi comentando sobre a exoneração do secretário da Saúde, Henrique Naufel “É incompreensível.

O Ministério Público (MP) não manda, mas faz uma recomendação sob indícios de ilegalidade. Se você não aceitar, o MP pode te processar, mas cabe ao Judiciário dizer quem está certo”, analisa afirmando que o prefeito Caio Cunha deveria tê-lo mantido na coordenação do combate à pandemia. Ele também criticou a escolha do novo secretário de Educação André Stábile.

“Me preocupa que muitas pessoas do quadro da Educação sejam de fora”, comenta Romildo Campello relembrando a estrutura da pasta nas gestões anteriores citando inclusive a mentora do prefeito, a ex-secretária Maria Geny Borges Ávila Horle. Segundo ele, Mogi tem muitos educadores competentes para assumir a Secretaria. Acompanhe