Obras e reformas exigem responsabilidade profissional”, afirma o diretor administrativo do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de São Paulo (CREA-SP), Joni Mattos

ALERTA: desabamento de obra na Zona Sul de São Paulo deixa dois mortos e um ferido. Os bombeiros informaram que o acidente ocorreu ontem (10/06) em um canteiro de obras. Um trator que executava o serviço de demolição de uma estrutura colidiu com a edificação que desabou sobre os trabalhadores.

Quem traz o destaque é o engenheiro, professor universitário e diretor administrativo do CREA-SP, Joni Mattos, que faz uma análise da situação e explica os riscos durante as obras. Ele também comenta sobre a alta de preços na Construção Civil. Segundo o Índice Nacional de Custos da Construção Civil (INCC), o crescimento é superior a 15%, batendo recorde de alta, registrada pela última vez em 2003.

O caso do desabamento pode não ser entendido como um acidente, a obra seguia com todos os riscos, sem autorização e sem responsáveis; a situação de pesar poderia ter sido evitada. Para isso, Joni Mattos destaca a importância do trabalho do CREA em colaboração com órgãos competentes, no combate às irregularidades e acidentes do ramo da construção civil. “Essa é a função do CREA, orientar não só os profissionais, mas toda a sociedade civil”, com supervisão, tragédias são evitadas.

“Um projeto tem que ser acompanhado por um engenheiro civil”, afirma o professor. De outra forma, diante de necessidades específicas da obra, se envolver, por exemplo, elétrica e acústica, ele indica que “não adianta chamar alguém técnico de mão de obra, e não chamar alguém que vá conceber e realizar estudos, mas sim um profissional que estudou e está habilitado para atender aquela demanda”, completa.

O engenheiro civil também conta que este é um importante momento para o CREA, que está estabelecendo maiores relações com as instituições de ensino superior e investimentos. “Tudo para haver aproximação com as universidades e ensino superior e jovens que estão entrando no mercado”, afirma sobre o trabalho de alerta para a responsabilidade exigida e regulamentação do setor.

Joni Mattos também comenta sobre a importância das parcerias do CREA com as Prefeituras para orientações às construções de obras. Ele vai fazer um estudo a pedido do Radar sobre as estruturas de crescimento e desenvolvimento das cidades da região do Alto Tietê. “No próximo programa vamos analisar essas informações para os ouvintes e internautas da Rádio Metropolitana”, avisou. Acompanhe a entrevista completa