O prefeito Caio Cunha e o deputado federal Marco Bertaiolli estão com agendas marcadas em órgãos do Governo Federal para debater projetos e verbas para a cidade

O prefeito Caio Cunha (PODE)está indo hoje (04/05) para Brasília com uma agenda de compromissos oficiais. Ao lado do secretário municipal de Planejamento e Urbanismo, Cláudio de Faria Rodrigues, o prefeito estará nos ministérios da Educação e do Turismo e também vai conversar com deputados federais que possuem atuação em Mogi das Cruzes e região em busca de apoio contra a instalação de um pedágio na Rodovia Mogi-Dutra.

Na semana passada em uma carta direcionada ao Governo do Estado, o chefe do Executivo afirmou que é contrário à ideia.

“Venho por meio desta reiterar minha posição: sou absolutamente contra a instalação de uma praça de pedágio na Rodovia Mogi-Dutra. Meu posicionamento não é apenas como prefeito, mas como cidadão e mogiano – vivo aqui desde que nasci. A implantação desse pedágio seria um desastre, um retrocesso e um verdadeiro obstáculo ao desenvolvimento de Mogi e de toda a região do Alto Tietê”, diz um trecho do documento.

O secretário municipal de planejamento e urbanismo, Claudio de Faria Rodrigues, que acompanha o prefeito, ressaltou a importância da viagem a Brasília para fortalecer a frente contra a instalação na Mogi-Dutra.

Desde ontem durante a participação no Radar Noticioso, o deputado federal Marco Bertaiolli (PSD), reiterou o posicionamento contra a instalação do pedágio em Mogi. A equipe de reportagem acompanha os desdobramentos do caso.

Ontem, o líder do movimento “Pedágio Não”, Paulo Boccuzzi, foi recebido no prédio da administração municipal pelo prefeito Caio Cunha. Boccuzzi e detalhou para o Radar o que foi discutido no encontro que serviu para reforçar as ações contra a instalação do pedágio na Mogi-Dutra.

“Os representantes do movimento trouxeram um pedido de junção de forças entre o movimento popular e a Prefeitura. Foi uma reunião de alinhamento e reafirmação do compromisso na luta pela não instalação da praça de pedágio na rodovia Mogi-Dutra”, afirmou a Prefeitura em nota. Acompanhe