O consultor em Gestão Pública, Romildo Campello, comenta sobre a vacinação em São Paulo

São Paulo começou ontem (17/01) a imunização contra a Covid-19. O Ministério da Saúde inicia hoje a distribuição de vacinas. Diretores da Anvisa defendem a ciência e reiteram que não há remédio que funcione contra o coronavírus. Como será o início da vacinação contra a Covid-19? Quem tem prioridade? Acompanhe a participação do consultor em Gestão Pública e colaborador da Rádio Metropolitana, Romildo Campello. O plano inicial do Ministério da Saúde que previa quatro fases de vacinação sofreu uma alteração, passando para três fases. Os grupos prioritários foram divididos entre trabalhadores da saúde, idosos a partir dos 75 anos e pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas); na primeira fase. Pessoas de 60 a 74 anos na segunda fase. As pessoas com comorbidades como diabetes mellitus, hipertensão arterial grave, doença pulmonar obstrutiva crônica ficam na terceira fase de aplicação da CoronaVac.