A partir da meia noite de hoje a cidade volta para a fase vermelha

URGENTE: 🚨 MOGI DAS CRUZES VOLTA PARA A FASE VERMELHA 🚨

A partir da meia-noite de hoje (02/03), Mogi das Cruzes passa a seguir regras mais rígidas para combater a disseminação do coronavírus. A ocupação dos leitos públicos de UTI e enfermaria chegou a 100% e, segundo o secretário municipal de Saúde, Henrique Naufel, a cidade está quase em colapso.

A restrição será reavaliada em uma semana. Apenas serviços essenciais vão funcionar. Até mesmo escolas públicas e particulares vão ficar fechadas, além de todo o comércio, incluindo óticas. Apesar do Governo do Estado de São Paulo considerar as igrejas atividades essenciais, o prefeito Caio Cunha (Pode) afirmou que em Mogi será diferente. Ele afirmou que os mogianos precisam colaborar com a Prefeitura.

“Desde sábado nós estamos com 100% dos leitos totais, terapia intensiva e enfermaria, ocupados no Hospital Municipal. Nós só conseguimos internar alguém quando há uma alta ou, infelizmente, algum óbito”, afirmou o secretário de Saúde de Mogi, Dr. Henrique Naufel.

Ontem (01/03) o Condemat voltou a cobrar o Governo do Estado a ampliação de vagas nos hospitais públicos. Considerando as cidades de Guarulhos e Santa Branca, que integram o consórcio, a região do Alto Tietê tem 276 leitos de UTI adulto ativos em 16 hospitais públicos, entre municipais e estaduais, com 72,1% de ocupação.

Duas destas unidades estão com 100% de ocupação. São elas o Hospital Santa Marcelina, de Itaquaquecetuba, e o Doutor Osíris Florindo Coelho, de Ferraz de Vasconcelos.

Hoje (02/03), o presidente do Condemat, o prefeito de Suzano Rodrigo Ashiuchi (PL), realizou uma videoconferência com os prefeitos da região para alertar sobre as preocupações com o possível colapso nos hospitais. O Condemat vai aguardar o pronunciamento do governador João Doria (PSDB) para definir as novas medidas restritivas também para as demais cidades da região.