Segundo o secretário de Planejamento Urbano e Habitação da Prefeitura de Suzano, o melhor caminho para os municípios é trabalhar para se transformarem em cidades inteligentes

Suzano está entre as primeiras cidades aptas a receber a tecnologia 5G. Pioneira na Legislação Municipal que garante a instalação de estruturas de suporte à Estação de Rádio-Base (ERB), a cidade também se tornou destaque na mais recente edição do City’s Book, publicação internacional. O secretário de Planejamento Urbano e Habitação da Prefeitura de Suzano, Elvis Vieira, destacou como a cidade foi uma das únicas do Alto Tietê a avançar no Ranking de Competitividade dos Municípios, indicador que mapeia cidades com mais de 80 mil habitantes de todo o Brasil. Suzano subiu cinco posições em apenas um ano.

O secretário comentou que o Brasil já estava dentro dessa corrida para conseguir trazer o 5G para o país. O primeiro país do mundo que conseguiu Coreia do Sul e os Estados Unidos também está bem desenvolvido nessa tecnologia. “Agora há pouco tempo teve o leilão que algumas empresas participaram só que para que se consiga ser implantado o próprio Ministério da Educação já determinou alguns prazos para a implantação desse sistema”, explicou.

O secretário de Planejamento Urbano e Habitação da Prefeitura de Suzano, Elvis Vieira, comentou que as cidades inteligentes vieram junto com a globalização e com a tecnologia. “É um fato realmente novo no planeta essa ideia de ‘cidades inteligentes’ ou uma ‘Smart City’, de que a cidade deve impulsionar de forma inteligente e realmente isso está ligado muito à tecnologia em um primeiro momento. Uma cidade que consegue utilizar e explorar o que a tecnologia tem a seu favor consegue de alguma forma ser mais correta e rápida nas suas informações”, enfatizou.

Segundo o secretário, a tecnologia hoje afeta muitos aspectos. “As cidades precisam sim, encontrar um caminho de ser inteligentes”, afirmou. “Eu sempre falo que as cidades precisam ser competitivas de uma forma saudável, que garantem competirem entre elas. Hoje estamos em um mundo globalizado, o que acontece aqui tem efeito do outro lado do planeta e a Covid-19 deixou muito claro isso. Nós sempre buscamos ampliar este ranking e garantir pontuações importantes para que pudéssemos ser competitivos em vários itens que são obrigatórios e garantir essa competitividade”, ressaltou.

O secretário de Planejamento Urbano e Habitação da Prefeitura de Suzano também comentou sobre regularização fundiária e acessibilidade. Quer saber mais? Acompanhe a entrevista completa.