Na tentativa de manter a temperatura do corpo, no frio, os vasos sanguíneos se contraem, diminuindo o diâmetro. Acompanhe o alerta do cardiologista Dr. Paulo Saraiva

SAÚDE: Você sabia que o frio pode contribuir para ocorrência de infarto? Na tentativa de manter a temperatura do corpo, no frio, os vasos sanguíneos se contraem, diminuindo o diâmetro. Essa é a chamada vasoconstrição, processo que pode levar ao infarto e pode piorar a hipertensão em pacientes com predisposição. Quem traz os esclarecimentos sobre o assunto é o médico cardiologista e membro da Sociedade Paulista de Cardiologia, Dr. Paulo Saraiva.

Dr. Paulo Saraiva comentou que há estudos demonstrando que a maior incidência de infarto é em temperaturas mais frias. “As pessoas costumam estar dentro de suas casas, na cama, quando ela sai e pega uma temperatura totalmente diferente, o corpo sente e os vasos sanguíneos se contraem, diminuindo o diâmetro. Por isso é muito importante que as pessoas saiam de casa bem agasalhadas”, explicou.

No inverno, o risco de infarto pode ser até 30% maior do que em outras épocas do ano. “Um dos principais motivos é a vasoconstrição, que reduz o fluxo sanguíneo provocando um desequilíbrio no oxigênio no organismo”, ressaltou o médico. O cardiologista também destacou que muitos deixam de praticar exercícios no inverno e passam a comer alimentos mais calóricos, pela sensação de bem-estar e aquecimento corporal que eles proporcionam. Contudo, isso não é benéfico à saúde cardiovascular. “O exercício físico aquece o corpo, é necessário pelo menos 100 horas por dia de exercício para ter um corpo mais saudável e correr menos riscos”, alertou.

Quais sinais precisam de atenção? Segundo o especialista, a dor no peito é um dos principais sintomas, que pode ser irradiado para o braço, mandíbula, escápulas. “Os sintomas atípicos que também podem ocorrer são tontura, dor de estômago e suor intenso, e esses casos ocorrem principalmente nos subgrupos de diabéticos, mulheres e idosos”, esclareceu.

Quer saber mais sobre os riscos que o frio traz para o corpo e se prevenir? Acompanhe a entrevista completa e acesse o site do Dr. Paulo Saraiva: drpaulosaraiva.com.br.