O consultor em Gestão Pública, Romildo Campello, faz uma análise da prisão polêmica do deputado federal

Acompanhe a análise do colaborador e comentarista do Radar Noticioso, o consultor em Gestão Pública, Romildo Campello, sobre a sucessão de fatos no Governo Federal.

Primeiro o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publica uma série de decretos que amplia o porte de armas (mais de 30 por pessoa) e depois o deputado Daniel Silveira (PSL/RJ) divulga vídeo atacando e ofendendo o Supremo Tribunal Federal (STF).

Entre as normas criadas desde o início do Governo está o aumento do número de armas e munições que cidadãos podem adquirir. A nova leva de flexibilizações, publicada às vésperas do feriado de Carnaval, traz um decreto que atualiza a lista de Produtos Controlados pelo Comando do Exército passando de quatro para seis o limite de armas de fogo de uso permitido que um cidadão autorizado pode adquirir. Mas será que o decreto e o discurso do deputado tem alguma relação entre si? Em pauta estão a polêmica sobre a liberdade de expressão, discurso de ódio e o conflito entre poderes.