O prefeito de Guararema, o Zé, afirma que o município está enfrentando a pandemia com a preocupação de que mais nenhum morador morra sem atendimento, mas afirma que Guararema continua fechada para os turistas até que o número de contaminação pelo coronavírus baixe e a vacinação seja realizada na maioria da população

Em balanço de 100 dias de mandato do prefeito de Guararema, José Luiz Eroles Freire (PL), o Zé, conta como está o enfrentamento da Covid-19 e quais as prioridades do município. Ele destaca que o município tem investido na Saúde, recentemente houve a contratação de 32 médicos, e a ampliação de 8 para 19 leitos exclusivos para o tratamento da Covid-19 na Santa Casa de Misericórdia. Ele explica como foi feita a realocação da administração da equipe para a abertura de leitos e a conquista de oxigênio e equipamentos para a cidade.

O prefeito comenta sobre a morte de quatro munícipes por falta de leitos. Até o momento Guararema contabiliza o total de 70 óbitos pelo coronavírus. Inclusive uma das medidas que ele ressalta no desenvolvimento da cidade é o investimento em trabalhos sociais, um deles é o Programa Avança Mais Guararema que está com o agendamento para as inscrições presenciais abertas.

“Vamos contratar de 250 pessoas para começar a trabalhar a partir já do dia 1 de maio”, ressaltou afirmando estão sendo entregues kits de alimentos para as famílias em estado de vulnerabilidade social. Acompanhe