A junção de pesquisas do The Harris Poll indica que os entrevistados passaram a valorizar o que era mais importante, 41% disseram que descobriram ‘as coisas na vida que realmente importam’ e 46% apontaram que aprenderam a gostar das pequenas coisas da vida.

Estudos conduzidos pela empresa americana de pesquisa e análise de mercado The Harris Poll, que reuniu 55 pesquisas com mais de 114.000 entrevistados, mostram uma nova lista prioridades da população para o futuro, realizado pelo Waking Up, app voltado à compreensão da mente. Nos resultados, boas notícias emergem das descobertas. Segundo as pesquisas, 64% dos participantes dizem que o pior já passou. Além disso, 58% das pessoas apontam que conseguem ver “luz no fim do túnel”, um visível avanço em relação ao início do ano, quando 71% das pessoas pensavam que o pior ainda estava por vir. As respostas também indicam que os entrevistados passaram a valorizar o que é mais importante, com 41% das pessoas dizendo que descobriram “as coisas na vida que realmente importam” e 46% apontam: “aprendi a gostar das pequenas coisas”. A consultora em soluções educacionais na Posiciona Educação & Desenvolvimento, Ana Maria Coelho, analisou o cenário da pandemia.

Após sair de um cargo executivo no Sebrae, Ana Maria Coelho resolveu ‘sair fora da caixa’ para atuar em vários projetos como coach. Agora está trabalhando na Posiciona Educação & Desenvolvimento, uma empresa de educação corporativa, desenvolvendo conteúdos de acordo com as demandas das empresas.

Segundo ela, a Posiciona faz um treinamento de um jeito diferente, sem usar estilos convencionais, o que faz com que eles sejam referência no mercado. “A gente tem uma atuação muito focada em olhar o negócio e traduzir essa demanda para os treinamentos em conteúdos. Uma das nossas metas é humanizar a relação entre as marcas e as pessoas, empresas precisa ser o resultado das pessoas, capacitar porque pessoas capacitadas geram melhores resultados melhores”, analisou.

Para Ana Maria Coelho, as vendas movem o mundo. “A gente vende tudo o tempo todo. A Posiciona quer honrar essa posição de vendedor”, destacou.

A consultora disse que essa junção de pesquisas da The Harris Poll que mostra esse novo comportamento das pessoas depois do coronavírus. O estudo fala muito de otimismo e de priorizar as pessoas. “O estudo fala de priorizar as pessoas que fazem mais sentido na sua vida, seja a família, sejam amigos. Olhar o entorno. De alguma forma valorizar esse entorno e obviamente o estudo fala sobre carreiras, sobre habilidade, diz sobre novas competências que as pessoas precisam desenvolver nesse momento e faz total conexão com olhar para dentro que a gente passou nos últimos 18 meses”, comentou.

Segundo Ana Maria Coelho, as pessoas foram impulsionando o olhar mais para dentro, priorizando pequenas coisas, a ser feliz com pouco. Ela contou o momento difícil de perder o ex-marido e melhor amigo, Jorge, pai dos seus dois filhos, e compartilhou como essa empatia foi importante em um momento tão difícil. Quer saber mais? Acompanhe a entrevista completa.