Após série de invasões e furtos em Mogi, sociedade pede reforços à Polícia Militar. Acompanhe a participação da tenente-coronel Patrícia Renesto

Como está sendo o trabalho da Polícia Militar durante a pandemia do coronavírus? Moradores e comerciantes cobram maior atuação dos policiais nesse momento de restrições e toque de recolher. Inclusive, os comerciantes da Vila Oliveira e do Centro de Mogi das Cruzes, procuraram a Rádio Metropolitana para pedir “ajuda” para terem mais segurança. O Sincomércio e a Associação Comercial de Mogi das Cruzes enviaram ofícios solicitando maior apoio para as Polícias Militar e Civil, além da Guarda Municipal da Prefeitura.

A tenente-coronel Patrícia Renesto, Comandante do 17° Batalhão de Polícia Militar Metropolitano de Mogi, destaca as rondas e a situação da Segurança Pública. Ouvintes e internautas também enviaram alertas sobre casos nos bairros e pediram reforços na Segurança, principalmente, dos bairros Centro, César de Souza e Jardim Piatã. A coronel garante que vai acompanhar os pedidos e analisar as denúncias.

Ela também comenta sobre as mulheres na categoria: “não somos nem 10%”. E ressalta que a capacidade de atendimento e ação não depende de gênero, mas da competência, treino e dedicação de cada profissional. “Me sinto honrada de representar a atuação das mulheres estando à frente do Batalhão de Mogi”, comenta. Acompanhe