Ontem a Câmara Municipal de Mogi das Cruzes votou e aprovou os projetos que auxiliam famílias em vulnerabilidade e empreendedores da cidade

Empresas contribuintes através do Simples Nacional de Mogi das Cruzes são contempladas com projeto aprovado ontem (13/04) na Câmara Municipal. A criação do programa emergencial visa minimizar os impactos causados pela pandemia da Covid-19 em comércios e negócios.

Empresas com até cinco funcionários que atenderem os critérios para receber o auxílio terá concedido pagamento na quantia de R$ 300 por CNPJ ou por empregado.

Vereadores aprovaram também a criação do programa municipal de concessão do auxílio emergencial às famílias em situação de vulnerabilidade social em função da pandemia, que prevê três parcelas de R$ 100, que serão pagas nos meses de abril, maio e junho. Uma emenda da vereadora Inês Paz (PSOL) foi rejeitada pelos parlamentares. Acompanhe