Era casado e possuía uma hospedaria. Nela, ele partilhava a vida eterna que trazia em seu coração. Esposo fiel que amou a família e os necessitados.

No ano de 305, o imperador Diocleciano começou uma perseguição aos cristãos. Juliano, então, passou a acolher em sua hospedaria os cristãos perseguidos.

Ouça todos os dias a mensagem de fé e oração com o padre Jonatas Diniz, no Radar Noticioso e às 6 horas da manhã na Rádio Metropolitana, AM 1070.