Prefeitura de Mogi não atende reinvindicações, segundo moradores locais que denunciam ação de membros do Movimento Sem Terra nas imediações da Vila São Francisco

Membros do Movimento Sem Terra (MST), invadem área nas imediações da Vila São Francisco, na Avenida Governador Adhemar de Barros e a Prefeitura de Mogi não atende a reivindicações de moradores de condomínios próximos para evitar ação.

Vizinhos reclamam e alegam ter recebido ameaças. Invasores deixaram a mensagem “aceita que dói menos”. Frente à inércia do poder público municipal, ouvintes da Rádio Metropolitana procuraram a reportagem para denunciar o caos na área, que estaria sendo disputada judicialmente.

O secretário de Assuntos Jurídicos da Prefeitura de Mogi, Sylvio Alkimin, disse que já esteve na área, e que a Prefeitura busca solucionar o problema por meio de programas habitacionais. Segundo ele, a administração municipal está tomando providências em relação ao problema no local. A equipe de reportagem continua acompanhando o caso para noticiar os novos desdobramentos. Acompanhe

Área onde barracas estão montadas fica na avenida Governador Adhemar de Barros, em Braz Cubas / Reprodução/ O diário de Mogi