Os médicos brasileiros vão usar plasma de pessoas que já tiveram coronavírus para desenvolver cura. A parte líquida do sangue, chamada de plasma, é onde estão os anticorpos do paciente contra a doença. A pesquisa começou ontem (6). A esperança para conter o avanço do novo coronavírus pode estar no sangue de quem conseguiu se curar. Quem comenta o assunto é o especialista em Gestão de Saúde, Teo Cusatis.

 

 
 
 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

A post shared by Marilei Schiavi (@marileischiavi) on