Esta semana, mais de 120 municípios no Estado de São Paulo liberaram a volta parcial das atividades escolares, nas redes pública e privada. Mas no Rio de Janeiro, decisões judiciais contraditórias deixam um ponto de interrogação sobre a volta às aulas nos colégios particulares da capital. Enquanto isso, como está a qualidade do ensino durante a pandemia? Quais são as consequências de tantos meses sem aulas presenciais? A consultora em Educação, palestrante, formadora nas redes municipais de ensino, de gestores e professore, Rosania Morales Morroni, comenta sobre o assunto no Radar Noticioso.