O presidente da Câmara, o vereador Otto Rezende, comenta também sobre o posicionamento dos prefeitos do Condemat que são contra o lockdown na região

Acompanhe a participação especial do médico imunologista e presidente da Câmara Municipal de Mogi das Cruzes, o vereador Otto Rezende (PSD), que faz um balanço dos três meses à frente da presidência do Legislativo. Outro assunto em destaque é a ajuda financeira para micros e pequenas empresas, o auxílio será concedido podendo chegar até R$ 1.500,00 por empresa, de acordo com o número de funcionários.

A proposta será encaminhada do Executivo à Câmara Municipal para aprovação, mas inicialmente serão duas parcelas de auxílio, nos meses de abril e maio, com o primeiro pagamento até o dia 15 de abril. O presidente da Câmara, que é médico imunologista é contra o lockdown só em Mogi. Segundo ele, se tiver que fechar tem que ser todas as cidades porque os municípios são todos interligados na região.

Inclusive, ele alerta quanto ao uso de medicamentos para prevenção da Covid-19. “Não adianta usar de maneira preventiva, aquela medicação só terá funcionalidade no organismo para quem estiver com o ‘problema ativo’, por exemplo, tomar remédio para tuberculose antes de ter tuberculose, não vai adiantar em nada”, destacou. O presidente fez questão de afirmar que todos os vereadores estão trabalhando em prol dos moradores de Mogi. “Estamos unidos fazendo o nosso trabalho pela população da cidade”, comentou.