O ataque de 11 de setembro nas Torres Gêmeas, em Nova Iorque, completa hoje 19 anos.  Apesar do cenário de crise pela pandemia do novo coronavírus, a maior metrópole americana manteve a homenagem anual aos quase três mil mortos no atentado às torres gêmeas do complexo empresarial do World Trade Center. 

Em 11 de setembro de 2001 dois aviões colidiram com as torres e ambos os prédios desmoronaram duas horas após os impactos, destruindo edifícios vizinhos e causando vários outros danos.   

O terceiro avião de passageiros colidiu contra o Pentágono, a sede do departamento de Defesa dos Estados Unidos, no condado de Arlington, Virgínia, nos arredores de Washington, D.C.  

O quarto avião caiu em um campo aberto próximo de Shanksville, na Pensilvânia, depois de alguns de seus passageiros e tripulantes terem tentado retomar o controle da aeronave dos sequestradores, que a tinham reencaminhado na direção da capital norte-americana. Não houve sobreviventes em qualquer um dos voos.  

As homenagens às vítimas foram diferentes neste ano por conta da pandemia. A tradicional leitura dos nomes das vítimas que morreram foi modificada. Nos anos anteriores, os familiares de cada uma das pessoas liam os nomes delas em uma cerimônia que se tornou tradicional. Desta vez, os familiares gravaram depoimentos e transmitidos pela internet, algo bem diferente dos tradicionais pronunciamentos ao vivo.  

O memorial do ‘marco zero’, um dos locais mais visitados pelos milhões de turistas que vão a Nova York todos os anos, será aberto nesta sexta pela primeira vez desde março. Mas para evitar as aglomerações, a organização espalhou alto-falantes pelo parque, para que as pessoas possam ouvir a leitura e manter o distanciamento social.  

Outras tradições que serão mantidas incluem o toque de um sino no horário de cada um dos ataques, a presença de uma guarda de honra e, à noite, os dois enormes holofotes que projetam feixes de luz azul simbolizando as duas torres serão acesos.  

As máscaras, o álcool gel e o distanciamento social são as principais novidades.