A pedido do órgão fiscalizador foi aberto um inquérito policial para realizar a investigação da denúncia que aponta que cerca de 900 servidores tenham se vacinado indevidamente

O Ministério Público (MP) requisitou a instauração de inquérito policial para apurar as denúncias de fura-fila na vacinação contra a Covid-19 na Prefeitura de Mogi das Cruzes. Solicitada pela Promotoria, após a constatação de que os servidores da Secretaria Municipal da Saúde foram vacinados indevidamente, a providência foi tomada após o indício de que cerca de 900 funcionários de diversos departamentos da pasta sem contato com infectados, ou seja, que não se enquadram na linha de frente, grupo prioritário, terem recebido a dose. Destes, pelo menos 150 exercem funções administrativas e burocráticas. Segundo informações do MP, o imunizante foi aplicado até mesmo em estagiários de outras áreas.

O caso começou a ser investigado no mês passado a partir de denúncias envolvendo o ex-secretário de Saúde, Dr. Henrique Naufel. Até então, sabia-se que o MP se pronunciou fazendo uma recomendação, mas após a constatação de que a irregularidade não havia sido a aplicação da dose no então secretário, mas sim a aplicação em massa de todos os funcionários do setor da Saúde, o prefeito do município, Caio Cunha (PODE) pediu na semana passada a exoneração de Naufel, como havia requerido o órgão fiscalizador. A permanência dele no cargo se tornou insustentável assim que foi divulgada a existência de outros servidores envolvidos. As apurações, como explica o Ministério Público, prosseguem pela Promotoria de Justiça do Patrimônio Público de Mogi, que vai avaliar atos de improbidade administrativa na Prefeitura.

O responsável pela investigação do caso do fura-fila é o promotor Dr. Fernando Lupo. O Radar Noticioso acompanha o caso desde a recomendação do MP e até a última sexta-feira (16/14), quando o prefeito Caio Cunha esteve na Rádio Metropolitana, fazendo um balanço dos 100 dias de mandato. Na ocasião, ele não tinha conhecimento do número de funcionários que teriam sido vacinados e “furado a fila”. A equipe continua aguardando o anúncio do nome do novo secretário de Saúde, que deve ser anunciado nos próximos dias.