A presidente e fundadora da Associação Fórum LGBTQI+ de Mogi, Regina Maria Tavares, se reuniu ontem com o presidente da Câmara, vereador Otto Rezende

Entrevista especial com a presidente e fundadora da Associação Fórum LGBTQI+ de Mogi, Regina Maria Tavares, que comenta sobre a luta para instalar um Conselho Municipal em defesa aos direitos aos gêneros e opções sexuais. Ontem o presidente da Câmara, vereador Otto Rezende (PSD), ouviu as reivindicações do Fórum mogiano que pede o apoio dos parlamentares. “Vamos nos reunir com os vereadores para explicar as nossas pauta de trabalho e depois queremos nos reunir com o prefeito Caio Cunha”. Regina comentou sobre morte dos três irmãos que morreram queimados e a prisão de um dos pais em Poá que chocou a região. O incêndio supostamente iniciado por um dos pais das crianças está sob investigação. O delegado seccional de Mogi, Dr. Jair Barbosa Ortiz, afirmou que a vida íntima a e sexualidade do ex-casal homoafetivo, pai dos três filhos adotivos, não influencia na psicopatia do episódio, o que A presidente do Fórum reforça: “ estamos combatendo comentários de natureza homofóbica porque essa tragédia não tem relação com a opção sexual dos pais, milhares de casais heteros cometem crimes assim, isso não está em questão…” Outro assunto em destaque é o caso da Nataly Lily e a violência contra as transexuais e a comunidade LGBTQI+. Acompanhe