O maior estudo já feito com hidroxicloroquina mostra que a droga não traz benefício no tratamento da Covid-19. A droga não evitou que pacientes fossem parar no respirador nem reduziu a taxa de mortalidade, como concluiu a análise da Universidade de Columbia, em Nova York, nos Estados Unidos. Um novo tratamento para coronavírus melhora a sobrevivência de pacientes. A nova pesquisa, realizada por especialistas do Hospital Mount Sinai, de Nova York ressalta que anticoagulantes podem funcionar como um tratamento para a doença, e não como prevenção. Quem comenta o assunto é o especialista em Gestão de Saúde, Teo Cusatis. 

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

 

 

Uma publicação compartilhada por Marilei Schiavi (@marileischiavi) em