Imagem divulgação

Diferença salarial, falta de espaço nas mídias sociais e de investimento, são alguns dos fatores que tornam o esporte feminino tão desvalorizado em relação ao masculino.