Os pedidos para redução de danos no setor comercial foram realizados na terça-feira pela presidente da ACMC, Fádua Sleiman

Com a volta à fase vermelha do Plano São Paulo, a Associação Comercial de Mogi das Cruzes (ACMC) solicita a redução de impostos para diminuir prejuízos no setor comercial. O vice-presidente da ACMC, Mohamad Issa, destaca a nova medida de intervenção das perdas dos comerciantes nesse momento crítico da pandemia. E inclusive pedindo maior diálogo com o Poder Público. Foi realizada uma reunião na tarde de terça-feira (2/03) entre a presidente da ACMC, Fádua Sleiman, com o secretário municipal de Desenvolvimento, Gabriel Bastianelli, onde foi reivindicada à Prefeitura de Mogi a revisão de tributos, redução do Imposto Sobre Serviços (ISS) e parcelamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Fádua Sleiman vem trazendo a questão desde janeiro, quando afirmou que “a alta do ICMS vai prejudicar o pequeno e médio comerciante. O aumento de imposto mata o comércio”. Acompanhe os destaques com as participações dos ouvintes e internautas sobre a situação na cidade. O Radar Noticioso continua acompanhando as reivindicações, mudanças e dificuldades do setor.