Durante o inverno é comum o aumento no número de casos de problemas respiratórios. A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que, por ano, a gripe cause comprometimento grave em 3,5 milhões de pessoas. Crianças, idosos, portadores de doença pulmonar, cardiopatas e imunocomprometidos são os mais afetados. As doenças respiratórias que guardam relação com mudanças climáticas são, na maior parte das vezes, as infecciosas, causadas por vírus e, em segundo lugar, por bactérias. Em tempos de coronavírus, o frio trás junto com si, um temor de que as baixas temperaturas favoreçam uma maior disseminação da Covid-19, o que poderia complicar ainda mais a fase atual. A médica cardiopediatra do Hospital e Maternidade Mogi Mater, Dra. Sandra Henriques, vai orientar sobre os cuidados necessários com as crianças nessa época do ano, em meio à crise da Covid-19. Acompanhe e participe.