A Constituição Federal de 1988, no Artigo 205 garante o direito a Educação:

Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.”

O acesso a uma Educação de qualidade, transforma a sociedade, promove o desenvolvimento do país impactando no combate à pobreza, no crescimento da economia, na promoção a saúde, na preservação do meio ambiente, no combate a violência, alicerça a democracia, garante os direitos do cidadão e ajuda a entender melhor o mundo, ou seja é fundamental para o desenvolvimento sócio econômico do país.

Quando pensamos na palavra EDUCAÇÃO, a primeira associação que fazemos é com o lugar que é praticada, na escola! As escolas, não importa se é presencial, híbrido, educação a distância, ensino remoto, educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, graduação, cursos técnicos, cursos livres, pós graduação. No ensino público ou privado as escolas tem como missão socializar e promover o acesso ao conhecimento, na formação de pessoas críticas, engajadas, éticas, para transformarem a sociedade através do conhecimento.  

Mas será que somente nas escolas é lugar de se falar de educação? A inserção da tecnologia no cotidiano nos oportunizou o acesso a muita informação sobre diversos temas inclusive sobre educação. São conteúdos diversos, no formato de vídeos, artigos, infográficos, blogs, animações, mas como compreender tudo isso não é fácil e pode gerar o fenômeno da infoxicação.